Proibido

“Como uma coisa tão errada pode parecer tão certa?”

Nesse romance/ficcção conhecemos Lochan, Maya, Kit, Tiffin e Willa, que foram abandonados pelo pai e tem uma mãe que sempre chega em casa bêbada, passa noites fora com seu chefe e namorado, Dave, pouco sem importa com as tarefas domésticas e é cada vez menos presente.

Lochan, solitário e com um grande bloqueio para se socializar com outras pessoas, e Maya, uma menina bondosa e de grande coração, lutam a cada dia para conciliar os estudos com seus papéis de “pais” em casa para cuidar dos mais novos. Kit tem treze anos e um comportamento difícil de se lidar e agressivo. Tiffin e Willa, os mais novos, não tem consciência da situação mas sentem muita falta da mãe.

Com uma rotina pesada de estudos, cuidados com a casa, levar os irmãos a escola, dar comida e colocá-los para dormir, Lochan e Maya vivem exautos. Mas um dia quando sua mãe aparece em casa e leva os três menores para o cinema, uma dança e um movimento em falso acaba despertando e abrindo os olhos para um sentimento que sempre esteve presente em seus corações mas nunca fora revelado. E assim eles começam a viver um amor Proibido.

“Não há leis nem limites para sentimentos. Nós podemos nos amar tanto e tão profundamente quanto quisermos. E ninguém, Maya, ninguém vai poder jamais tirar isso de nós.”

O tema abordado era de total desconhecimento para mim e foi uma grande surpresa ler sobre o escândalo que é o incesto. Um livro denso e que nos deixa divididos entre o grande amor de duas pessoas que acidentalmente são irmãos de sangue, o que a sociedade pensa sobre isso e a lei que proíbe esse tipo de relação.

O livro é bem escrito e aborda o tema de modo sutil. Tem sua narrativa alternada entre Lochan e Maya, o que nos deixa cientes de todos seus pensamentos conflituosos ou não e nos apresenta bem seus pontos de vista sobre as situações. Fica bem claro que eles são um casal muito apaixonado e que juntos fazem tudo funcionar e dar certo. Em alguns momentos cheguei até me deixar levar e esquecer de toda a polêmica por traz do amor que existe entre eles e torcer fielmente pela felicidade deles.

A leitura é muito fluida e manteve presa até a metade, depois disso ela começou a ficar um pouco arrastada e com isso perdi um pouco do interesse pela história. Mas fiquei surpresa com o desfecho da história e totalmente chocada (e um pouco abalada, confesso) com o final. Indico a leitura, mas não é um tema que eu leria novamente.

Editora: Valentina
Autor(a): Tabitha Suzuma
Páginas: 304
Nota: 4 estrelas

 

Anúncios

Princesa Adormecida

A resenha de hoje é sobre o último lançamento da Paula Pimenta, Princesa Adormecida. Esse livro é uma releitura do conto de fadas A Bela Adormecida. Sou grande fã de contos de fadas e histórias de princesas e por já ter ouvido vários elogios sobre a autora resolvi embarcar nesse livro. Esse é o primeiro da COLEÇÃO PAULA PIMENTA. A ideia de trazer releituras modernas sobre as mais famosas princesas, como “A Pequena Sereia”, “A Bela e a Fera” e “A Branca de Neve”, me fez imaginar como elas seriam no nosso dia a dia sem magia ou encantamentos. Nesse livro conhecemos Áurea Roseanna, ou melhor, Anna Rosa, que é criada desde os cinco anos por três tios: Florindo, Fausto e Petrônio, que além de contar histórias que a fazem não saber distinguir o que é real ou não sobre sua vida, tentam fazer com que ela viva o mais próxima possível de seus olhares. Anna acaba não entendendo o porque de tanta proteção quando ela só quer ser uma adolescente normal, sair com as amigas e um dia encontrar uma grande paixão para viver um grande amor. Ela só não sabe que sua vida já é um verdadeiro conto de fadas… A Aurora que Paula cria é super cativante e nos ganha logo nas primeiras páginas. Por a história ser narrada em primeira pessoa podemos nos envolver muito mais na história e ficar mais próximos das personagens. Ela conseguiu fazer com que todos os elementos e personagens da história real estivessem presentes sem que ela deixasse de ser atual, uma vez que mesmo sendo uma releitura, pareça ser a ideia original. O livro não deixa a desejar e a autora sabe como agradar os leitores. É pegar pra não largar enquanto não acabar. Uma leitura deliciosa e super recomendada.

O segundo livro da série, Cinderela Pop, será lançado em Abril, ele é uma versão estendida do conto Cinderela Pop, que faz parte de O Livro das Princesas. Estou Ansiosa para mais essa leitura!

Editora: Galera Record
Autor(a): Paula Pimenta
Gênero: Ficção
Páginas: 192
Minha avaliação: ★★★★★

P. S. Eu te Amo

Existem amores que duram mais que uma vida

Holly e Gerry eram namorados e melhores amigos desde sempre. Compartilhavam um sentimento especial e tinham a vida inteira pela frente até um tumor levar Gerry embora rápido demais, deixando apenas uma dor insuportável e um vazio imenso na casa e no coração de Holly.
Com quase 30 anos, viúva, sem uma profissão, ela se vê deprimida e absolutamente sozinha pela primeira vez na vida. Nem todo o esforço dos pais, irmãos e amigos parece ser o suficiente para tirá-la dessa situação.
Mas as coisas começam a mudar quando ela decide, enfim, buscar um envelope deixado para ela na casa da mãe. O conteúdo? “A lista”, pequenos bilhetes assinados por Gerry ajudando-a a seguir em frente – como ele sempre disse que faria e ela nunca levou a sério.
De março a dezembro Holly deve abrir um envelope por mês e seguir à risca suas instruções. É o que Gerry gostaria que ela fizesse, custe o que custar. E é o que ela faz, feliz por ter mais dez meses junto de seu amor, mesmo que por meio de palavras.


O que  amor construiu, as cartas eternizaram

É muito bonito ver a evolução da personagem, ver como ela consegue, pouco a pouco, voltar a sorrir, a se divertir, e a entender que seu marido faleceu. Além disso, vivemos alguns momentos com a família de Holly que lhe dá o maior apoio durante este tempo que ela precisa para se recuperar. Algumas surpresas acontecem, e as pessoas que ela menos espera, são as que mais lhe dão suporte e estão presentes.
O livro é triste, mas as pequenas piadas e momentos não deixam o livro se tornar maçante, mas sim, divertido.
A história de Holly e Gerry é inspiradora desde a primeira até as últimas páginas. O livro transmite superação, lhe faz pensar em todas as pessoas que você ama, e lhe faz querer demonstrar esse amor e ficar ao lado dessa pessoa o máximo de tempo que você puder. Pois, afinal, a gente nunca sabe o que o amanhã pode trazer.

Editora: Novo Conceito
Autor(a): Cecelia Ahern
Gênero: Romance
Páginas: 365
Minha avaliação: ★★★★